Recursos Humanos RH em BH
5 frases desastrosas na hora da entrevista de emprego

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Postura em Redes Sociais - Como você pode ser visto?

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Marketing pessoal: um dos pilares para o sucesso

terça-feira, 28 de março de 2017

A importância do feedback

quinta-feira, 30 de março de 2017

Recursos humanos ou departamento pessoal?

terça-feira, 11 de abril de 2017

6 dicas para arrasar na entrevista de emprego

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Plano de carreira: faça já o seu

terça-feira, 18 de abril de 2017

3 motivos para ter um profissional RH

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Recursos Humanos RH em BH
Recursos Humanos RH em BH
Recursos Humanos RH em BH

Indicadores de RH - o que são e para que servem

Inovar BH      quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

Os indicadores de RH são ferramentas que permitem definir as estratégias da empresa e as tendências para todos os setores. Os Indicadores de Desempenho servem para qualificar e aprimorar os resultados, as práticas e as rotinas dentro das organizações.

Há vários indicadores na área de recursos humanos que podem ajudar na tomada de decisões e até mesmo para melhoria de práticas do dia a dia. É claro que a definição desses indicadores varia de acordo com o número de colaboradores, complexidade das operações, entre outros.

Listamos os principais tipos de Indicadores de RH. Confira:

1. Indicador de rotatividade/Turnover

Avalia número de colaboradores que entram e que saem. Esse indicador permite analisar os fatores e as situações que levam a perda de talentos além de permitir avaliar a assertividade dos processos de recrutamento e seleção, para diminuir a taxa os custos com rescisões e novas seleções.

2. Indicador de custos com rotatividade

Complementando o indicador acima ele indicará as despesas com rescisões contratuais, gastos com a reposição do profissional, custos com os treinamentos de novos funcionários, etc. É um indicador extremamente importante e estratégico.

3. Indicador de absenteísmo

Mensura a taxa de ausência dos colaboradores e quais motivos das faltas e/ou atrasos. As condições de trabalho, problemas pessoais, conflitos internos, insatisfação com os gestores, são alguns dos fatores que podem justificar a falta ao trabalho.

4. Indicador de produtividade

Os índices de produtividade têm como métricas: prazos, satisfação dos clientes, redução de desperdícios, otimização de processos, incidência de falhas, etc; cada empresa tem suas especificidades, os parâmetros devem ser analisados caso a caso.

5. Indicadores de clima organizacional

Através de pesquisa realizada com os colaboradores é possível analisar questões sobre relacionamento com gestores e colegas, plano de carreira, remuneração, benefícios, condições físicas de trabalho, entre outras.

6. Indicadores de salários e benefícios

Apontará os custos da empresa com salários e benefícios. Esse indicador é importante porque os benefícios integram as estratégias de atração e retenção de talentos.

7. Indicador de reclamações trabalhistas

Revela se há obediência à legislação trabalhista: condições de trabalho, pagamentos, recolhimentos do INSS, FGTS, entre outras. O cuidado com este indicador evita possível ações trabalhistas.

 

Todos esses indicadores permitem que ações possam ser tomadas imediatamente, além de permitir que a empresa obtenha os dados para entender a geração de lucro de cada setor e o investimento que a empresa deve fazer.

E então, gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais e ajude outros profissionais a tirarem dúvidas sobre o setor de RH.